41 3084-2490
Rua Miguel Grassi, 205 — Guatupe São José dos Pinhais/PR — CEP: 83060-200

Notícias

Relação entre analfabetismo e exclusão

É fato que para compreender e acompanhar o mundo globalizado, as inovações tecnológicas derivadas de uma INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL são necessários grandes investimentos em EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

“A relação entre ANALFABETISMO e EXCLUSÃO acontece quando não se fala INGLÊS e nem sabe PROGRAMAÇÃO no ambiente da INTELIGÊNCIA ARTIFICIL, isso pode causar uma hipotética sensação igual a substancia fecal quando combinada com protóxito de hidrogênio.” (Elenito Elias da Costa).

Introdução

É fato que para compreender e acompanhar o mundo globalizado, as inovações tecnológicas derivadas de uma INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL são necessários grandes investimentos em EDUCAÇÃO DE QUALIDADE, mas no caso especifico do Brasil e da sociedade brasileira, devemos obter êxito junto as CRISES que nos assolam, para em seguida tentar acompanhar essa evolução que o mundo já está á nossa frente.

Após o leilão da velocidade 5G, que acreditamos aconteça ainda em 2021, o Brasil precisará de muitos profissionais, antenados com essas inovações tecnológicas, que em se bojo progressista exige o conhecimento do idioma INGLÊS.

Obstante, ao fato precisamos conhecer PROGRAMAÇÃO utilizando linguagens especificas para adentrar no ambiente da INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL, e devemos nos conscientizar que muitos dos 214 milhões de brasileiros, estarão excluídos do sistema, enquanto que os demais ficarão as expensas de Programas Assistenciais promovidos pelo Governo.

SOCIEDADE

A sociedade precisa de capacitar e qualificação oferecida através de treinamentos, com o objetivo de obter condições mínimas necessárias para desenvolver atividades econômicas necessárias a esse novo cenário e sua seletividade é bastante exigente.

A sustentabilidade e continuidade de muitos profissionais que labutam diariamente para conter seus orçamentos devem passar por uma fase bastante exigente, fazendo com que retornem as Universidades e Faculdades ou similares para sua adequação.

Hoje, muitos que utilizam computadores, telefones celulares no uso diário do seu labor, deverão tentar se adaptar as novas seletividades do mercado laboral, que obviamente tem suas exigências básicas, tais como os idiomas INGLÊS e MANDARIM como linguagem usual e profissional e entender um pouco de PROGRAMAÇÃO no ambiente da INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL.

Conhecer a OPEN AI, utilizando o CODE SYSTEM, programando com a linguagem PYTHON, ORANGE, JAVA SCRIPT, com algoritmo, ou qubits quando usar a computação quântica, a lógica FUZZY, Machine Learning, Deep Learning, Data Mining, Rede Neural, informações in the Cloud, trabalhar num ambiente coworking, melhorar o background e demais, são terminologias comuns.

PROFISSIONAIS.

Após APRENDER o básico como habilidade, competência e eixo prático de suas profissões, e ainda conhecer os idiomas necessários, e programação e potencialidade da INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL num ambiente com velocidade 5G, o profissional estará com perfil desejável pela seletividade do mercado laboral, quer seja, empregado, servidor, ou mesmo empreendedor.

Nessa seara de aprendizagem conhecer o P D C A, aplicar a S W O T, identificar os pontos fracos e fortes, em seguida aplicar as melhorias para refinar seu Planejamento Estratégico necessária para sua sobrevivência e contenção de seu orçamento.

Conhecer um pouco do eXcript, Blop, API, SO, Shell,Superset, Loopint, stream, callback, string, interpolar, shebang line, compile Time, Run Time, Link Building, Build, IDE e demais, são algumas terminologias que precisam ser aprendidas pelos profissionais.

Fico bastante preocupado quando leciona tanto na graduação e pós-graduação, alguns educandos, ainda o TIME que temos diante da necessidade de nos adaptarmos ao mundo globalizado e principalmente as inovações tecnológicas em ambiente de inteligência artificial.

Só para exemplificar a I O T (Internet of Things) ou internet das coisas, são aplicativos tecnológicos em máquinas domésticas, adquirem capacidade de se comunicarem com nossos celulares, e podemos nos comunicar com as mesmas utilizando os aplicativos inseridos nos celulares.

Outra novidade que já está em evidência é a I O B (Internet of Body), ou seja, internet do corpo, com parte do corpo humano sendo substituídas por equipamentos mecânicos com a mesma utilização de movimentos compatíveis as peças humanas.

Devemos conviver e entender os avanços dessas inovações tecnológicas através da automação, robotização, nanotecnologia demais, o que mais tememos é o inevitável em que um dia a INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL, poderá dominar o mundo, e acredito que isso seja inevitável.

EDUCAÇÃO DE QUALIDADE

O Brasil e os profissionais ou mesmo qualquer um que habite o globo, deve saber que o CONHECIMENTO obtido por um EDUCAÇÃO DE QUALIDADE deverá prover recursos e condições necessárias para atender o mercado laboral, mas advirto que diante das CRISES existentes, independente qual seja o NOVO governante, a sobrevivência depende da aplicação prática dos conhecimentos adquiridos.

Nessa seara devemos entender que gestores, coordenadores, professores e alunos, vêm conjuntamente elaborar um esforço comum para minimizar o hiato temporal para a obtenção desses conhecimentos.

Entender que há 521 anos estamos atrelados a crenças e credibilidade política que não nos levaram a lugar nenhum, e já hora de entender que só você pode mudar esse quadro com cenário cadavérico que nos envolve, inibindo um futuro promissor.

Muitos hão de perecer, outros serão excluídos, mas os que sobreviverem provavelmente deverá satisfazer os louros da geração futura.

Lembro que o tempo de CONHECIMENTOS meteóricos tem similares inovações, e afetam nossas vidas de qualquer forma, quer estejamos vivos ou não, mas hoje, a ação e atitude nos clamam á luta.

A hipótese de temer o avanço da INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL, já não deve mais nos amedrontar, pois estamos numa divisão representada por uma linha tênue que nos separa, e acreditem inexiste retorno, pois se houver nossa recusa, daremos a ela espaço e tempo para seu MACHINE e DEEP LEARNING avançar ainda mais, portanto, só há um caminho a ser seguido que é a busca de nossa adaptação a esse cenário que se apresenta.

CONCLUSÃO

O Analfabetismo e a exclusão acontecem quando o ser humano, profissional ou não, quando não consegue acompanhar a evolução dos fatores de inovação, e obviamente se sente DOWN quando está à frente de equipamentos tecnológicos, e isso é bastante comum, nos dias de hoje.

Encontrar profissionais, educandos, seres humanos que desconhece tais inovações é muito comum, o que nos leva a acreditar que determinadas sociedades hão de investir muito mais se desejam reduzir o tempo para sua capacitação.

Em tempos de oscilação e volatilidade, a latência e o streamer, tem representação quantitativa e qualitativa em nossas atividades.

Mesmo em ambientes universitários e acadêmicos, tantos gestores, coordenadores, professores e alunos (as) devem se mobilizar para necessária adaptação, mesmo investindo do seu próprio recurso.

Devemos acreditar que o mundo globalizado e as inovações tecnológicas representam ferramentas essenciais para a inclusão dos profissionais.

Somente agora podemos entender com clarividência o enunciado divino que cita “comerás e beberás com o suor do teu rosto”, e inexiste almoço grátis na democracia, quer estejamos no capitalismo de mercado, ou mesmo no socialismo de mercado.

AUTOR: Elenito Elias da Costa, só um annunaky.

Todos os direitos reservados | © 2021 | FLASH CONTABILIDADE
desenvolvido por